Close

O que os gatos pensam sobre os humanos?

Veja algumas teorias curiosas sobre o que os gatos pensam de nós!

Por: Hyago Bandeira

Fonte: Patas da Casa

Os felinos são um dos animais mais queridos por nós humanos. A companhia do gato é muito agradável e por isso a adoção de gatos é cada vez mais comum. Mas por serem animais curiosos e mais independentes, muitos tutores se perguntam se os gatos realmente apreciam a companhia dos humanos. Se você já se perguntou o que os gatos pensam de seus donos ou como os gatos veem os humanos, saiba que esses questionamentos e curiosidade são absolutamente normais. Sabendo disso, o site Patas da Casa reuniu algumas informações sobre como os gatos veem o mundo. Confira!

O que os gatos pensam de seus donos?

Se você é tutor de gato, provavelmente já se impressionou com a inteligência e perspicácia desse animal. É normal que os gatos tratem um membro da família de forma diferente de outra. Isso acontece porque os felinos conseguem entender o que funciona com qual pessoa. Eles conseguem entender qual pessoa é mais propensa a lhe dar um mimo de madrugada, por exemplo. John Bradshaw é biólogo e especialista em interação entre humanos e animais, pesquisou o comportamento de gatos por mais de 30 anos e chegou a algumas teorias de como os gatos veem os humanos. Segundo o biólogo e autor do livro “Cat Sense”, os bichanos enxergam os humanos como semelhantes e não mudam o comportamento quando estão perto dos humanos. Diferente dos cachorros, por exemplo, os felinos têm atitudes de comportamento parecidas das que exercem quando estão diante de outros gatos

O que os gatos pensam dos humanos:
O que os gatos pensam dos humanos: estudo indica que os bichanos pensam que somos semelhantes a eles

Como os gatos veem seus donos?

Já que os felinos pensam que não somos muito diferentes deles, fica a pergunta: como os gatos nos veem? Dentre as teorias propostas, a visão mais adotada é a de que os bichanos nos veem como “gatos gigantes” e provedores de proteção e recursos. Essa perspectiva se dá também pela razão de que muitas vezes os gatos costumam ter comportamentos que teriam com suas mães. Certas atitudes como levantar a cauda, se esfregar, amassar e ronronar são pedaços de comportamento da época em que os gatos eram filhotes e que costumavam a fazer com a mãe. Esse repertório comportamental se repete com os tutores de maneira natural, afinal, acabamos sendo os provedores dos gatinhos domésticos.

Os gatos são sensíveis às emoções de seus donos

Agora que você sabe a forma peculiar de como os gatos veem o mundo e os humanos, deve ter outras curiosidades sobre a percepção dos bichanos conosco. Você sabia que os felinos também são sensíveis às nossas emoções? É o que indicou o estudo feito pelas pesquisadoras Moriah Galvan e Jennifer Vonk. A análise foi feita com 12 gatos e seus donos. Elas observaram que os animais se comportavam de maneira diferente quando o tutor sorria e exibia uma expressão triste. O mesmo teste foi feito com pessoas estranhas e o comportamento foi totalmente diferente do exercido quando estavam com seus donos. Com os desconhecidos, os bichanos demonstraram o mesmo comportamento independente da expressão exercida pela pessoa. Os resultados do estudo apontam que os gatos podem aprender a perceber as expressões faciais de seus donos, sendo sensíveis às emoções que eles expressam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Podemos te ajudar?

Mande um “Whats” para gente!
Preencha o formulário e inicie uma conversa.